Uma Nova Vida para uma Igreja morta


Sábado, 27 de Maio de 2017
Dia do ano: 147
Devocional número 010

Eu conheci uma vez uma igreja antes morta mas que agora havia sido visitada por Deus, um povo que havia sido visitado por Deus. Eu os conheci antes e depois de terem sido visitados por Deus, e eu sei que muitas coisas podem acontecer quando Deus está visitando algum lugar, mas em todas as coisas que podem acontecer uma marca distintiva da visita de Deus é que a presença do Senhor gera, sempre gera, fome e sede por Deus, fome e sede por Jesus Cristo.

Eu conhecia a este povo e percebia-os meio apáticos, meio anêmicos, meio raquíticos com relação a sua fé em Deus. Eles eram extremamente tímidos, alguns andavam deprimidos e até com as costas encurvadas, como se estivessem carregando sobre si todo o peso e todas as dores deste mundo. Este povo cantava louvores na igreja, e orava, mas algo parecia que lhes faltava. Eu me lembro de Paulo quando viu alguns irmãos em Eféso e perguntou-lhes "vocês receberam ao Espírito Santo quando creram?" Tais irmãos nem mesmo conheciam que havia Espírito Santo.

Pois bem, tudo que eu sei é que esta igreja onde havia pouca iniciativa para ir até o Senhor, falta de ousadia, falta de coragem, falta de atitude, falta de confiança, onde os irmãos eram tímidos, em tudo eram prisioneiros do medo de errar, da vergonha dos outros notarem seus erros, do medo de Deus. Onde muitas vezes em tudo eram profundamente medrosos, totalmente preocupados com podes ou não podes, com um medo enorme de viver em Deus, sem coragem de desfrutar e aproveitar da presença do Senhor, oprimidos com medo de serem castigados.

Mas um dia o Espírito do Senhor veio sobre aquela congregação, e se antes era raro um irmão fazer uma oração, os irmãos preferiam se esconder do que orar, mas naqueles dias, quando o Espírito do Senhor veio sobre a congregação, tudo foi mudado, e naqueles dias a fome por Deus era tão grande que quase todos os cultos viraram cultos de oração, o difícil naqueles dias não era começar mas sim parar de orar. Os cultos ficaram mais longos, as orações começaram a fluir, coragem de ir até Deus e inspiração apareceram, as pessoas não queriam ir embora do culto, elas se reuniam e oravam mais umas duas horas depois que os cultos terminavam, e os corações eram quebrantados e mudados por Jesus.

Ninguém mandava ninguém buscar, mas todos buscavam. Realmente eu vi um novo fôlego de vida ser soprado sobre aquela igreja! E eu vi como em instantes uma igreja morta tornou-se uma igreja viva! Eu vi aquela igreja ressucitando naqueles dias, e isso aconteceu após muita muita muita insistência mesmo em oração da parte de alguns poucos! Deus veio e derramou o Seu Espírito!

Quem é que não precisa disso diariamente não é mesmo?

Deus os abençoe com o derramar do Seu Espírito, desejem e insistam muito muito muito nisso pois vale a pena! Quando ele vem, é tremendo! Vale toda a insistência! Não desista!

Altar de Arrependimento.
Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.