Se sentindo culpado por não evangelizar?


"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine." 1 Corintios 13:1

É impressionante como algumas pessoas tem o dom de transformar aquilo que deveria fluir naturalmente pela ação do Espírito Santo na vida das outras pessoas em uma maçante, pesada e cansativa obrigação de rotina religiosa. A verdade é que o único motivo pelo qual muitos cristãos e líderes religiosos querem "evangelizar" as pessoas é apenas para atraí-las para sua própria igreja tanto para fins de arrecadação financeira quanto para fins de se gloriarem em números e feitos diante dos homens. As pessoas na verdade querem muito se aparecer e o evangelismo tem sido usado para esta plataforma. Há muitos que apenas querem mostrar serviço para seus pastores ou demais irmãos e receberem reconhecimento e glória.

Alguns líderes religiosos, e você pode pensar "mas eu não sou um líder religioso", porém quando você posta um versículo no facebook, você está guiando alguém para alguma coisa. Além do mais, devemos cuidar muito bem do nosso viver, pois a nossa vida é a única "bíblia" que a maioria das pessoas deste mundo irá ler. O teu modo de viver certamente está baseado em um ensino, mas muito mais profundo do que um ensino superficial, mas um ensino que está dentro do seu próprio coração, que se confunde com a própria natureza do seu ser. O nosso modo de viver pode evangelizar Cristo ou não, pois evangelismo é a vida que vivemos.

O Senhor não analisa as nossas obras, mas a intenção das nossas obras. As obras são exteriores, mas a intenção das obras, são interiores. Na bíblia o Senhor disse muito forte contra os escribas e fariseus, que eles eram ativistas do judaísmo, evangelistas contumazes, não mediam esforços para "levar a palavra do Senhor", porém quando em contacto com as pessoas as transformava em duas vezes mais filhos do inferno do que eles próprios. É exatamente isso que precisamos entender, estes filhos do inferno estavam usando indevidamente a palavra de Deus, e a pretexto de estarem "evangelizando" naqueles dias na verdade estavam apenas infernizando a vida das pessoas.

Há hoje em dia muitos líderes religiosos que ameaçam as pessoas com palavras do tipo "se você não evangelizar você vai para o inferno". Há igrejas que fazem até metas de evangelismo, eles nem consultam a Deus sobre nada, apenas traçam suas próprias metas particulares e pessoais, demonstrando assim claramente que o seu evangelismo é divorciado do Espírito Santo. Não há evangelismo sem a dependência do Espírito Santo, e como eu disse, algumas pessoas tem um tremendo dom para transformar em obrigação religiosa aquilo que simplesmente deveria fluir por amor.

Algumas pessoas pensam hoje em dia que para entrar no céu elas vão precisar se colocar na porta e dizer "olha Jesus, eu salvei tantas pessoas com meu evangelismo, estes são meus frutos". Mas não, isso não vai importar naquele dia, naquele dia o que importará é se você foi coberto com o Sangue de Cristo ou não. Foi Cristo quem nos salvou. Estes que estão dizendo para as pessoas "se você não evangelizar você vai para o inferno" são os que estão infernizando a vida das pessoas a pretexto de evangelismos falsos, carnais.

Eles idolatraram a lei no passado, alguns hoje estão idolatrando o evangelismo/pregação, querendo ser mestres da lei e nem mesmo conseguem entender aquilo que com tanta certeza afirmam.

A igreja está tão presa as suas rotinas eclesiásticas, congressos, eventos, festividades, cultos, evangelismos, que ela já não tem mais tempo para parar e ir ouvir de Deus, ser tocada por Deus, ser mudada e moldada por Deus. Quando ela vai, ela acha que está cumprindo o "ide" do Senhor, mas ela está fazendo o seu próprio ide na maioria das vezes. Está indo exatamente como disse Jeremias no capítulo 8, como um cavalo que se arremete com ímpeto na batalha, porém cheia de apostasias e enganos, numa apostasia desenfreada, alegando pretexto de humildade, arrependimento e santidade, porém desprovida completamente dos frutos que demonstram tal sentimento.

No começo da minha conversão eu pregava muito em praças públicas e nas ruas, não abertamente como fazem alguns pregadores, mas cara a cara com as pessoas, normalmente um a um, ou para pequenos grupos em que eu não precisava gritar a mensagem. Eu fazia isso tão livremente, espontaneamente, era guiado por Deus, aquilo simplesmente fluía e eu percebia a alegria do Espírito Santo pela liberdade que eu tinha em estar ali com o Senhor. Mas o que aconteceu comigo naqueles dias é o que está acontecendo com muitos hoje, tentaram "corporativizar" o meu dom, tentaram empregar o dom que Deus havia me dado para defender os interesses da denominação que eu pertencia. Resultado, me deram um cargo na igreja, de evangelista, e agora aquilo que eu antes fazia livremente e por prazer, eu era obrigado a fazer, a prestar contas, relatórios, e tinha metas de fazer "x" cultos por mês, dentro da igreja, e o meu chamado era pregar fora da igreja.

Sabem o que aconteceu? O Espírito Santo se entristeceu, e eu perdi o fluir de Unção que tinha para evangelizar naqueles dias, tudo porque permiti que homens colocassem suas patas sobre aquilo que Deus havia me dado, apenas porque os considerei como líderes espirituais mais do que primeiramente ao próprio Deus.

Vocês sabem o que eu estou falando, muitos de vocês querem "evangelizar" porque estão com medo de ir para o inferno por não fazê-lo. Isso não é o Espírito Santo! Vocês vão evangelizar o espírito do medo para as pessoas? É isso que Jesus mandou? Primeiro porque o que salva os homens é o sacrifício de Cristo, e não evangelismos. Segundo porque vocês apenas estão sendo infernizados por alguns fariseus hipócritas, que não contentes em destruir as suas próprias vidas espirituais ainda ficam inflamando vocês a que não ouçam o Espírito Santo mas façam a vontade deles. Quando o Espírito Santo te comissiona a ir pregar, então Ele te capacita, te unge, te dá graça, sabedoria, amor, misericórdia, compaixão, Ele te dá o coração certo, e te ensina como fazer as coisas. Mas quando você quer ir só por que um homem está te infernizando, então o máximo que você vai conseguir é destruir a sua comunhão com Deus, e acabar com o teu descanso e alma.

Como irão se não forem enviados? Como você sabe que Deus quer mesmo que você vá, que faça, que diga? Você só pode saber estas coisas estando no secreto com o Senhor, e muitas outras coisas só são reveladas gastando tempo com Deus e aprendendo a esperar pelo Senhor antes de ir. Está entre os nossos joelhos e chão o maior chamamento para a igreja nesta hora, é dali onde virão as revelações que você e eu precisamos nestes dias. Buscando ao Senhor. Lembre-se que em Atos o Espírito Santo impediu Paulo de ir evangelizar em uma determinada cidade, e que eles sempre esperavam pelo Espírito Santo para todas as coisas. Mas hoje não se sabe mais esperar em Deus, só se sabe ir como um cavalo com ímpeto na batalha, e assim, desviados andam desviando multidões da verdade que é Jesus Cristo.

Estão evangelizando roupas, usos, costumes, mundanismos, carnalidades, placas de igreja, pastores, mas não Cristo.

João Batista esperou 20 anos antes de abrir a boca, e só abriu quando recebeu de Deus a palavra ABRE, mas você já tem aberto a sua boca por 20 anos sem nunca nem ter esperado por Deus.

Se você realmente depende de Deus, então porque não o espera e simplesmente deixa o Espírito Santo fluir e assumir o controle?

Não transformem em uma obrigação e rotina religiosa aquilo que deve fluir apenas por amor, do modo de Deus, no tempo de Deus, pela graça de Deus.

Quando estiver com as pessoas, pense em simplesmente amá-las antes de ficar apenas pensando em abrir a boca como um papagaio para falar de Jesus sem uma única gota de unção.

Deixe de lado estes que estão obrigando as pessoas a evangelizarem, eles não sabem muita coisa a respeito do Espírito Santo de Deus.

"E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria." Coríntios 13:2

Se você ama, por favor, deixe o Espírito primeiro crucificar a sua carne com suas más obras.

Onde iremos sem o poder de Deus?

(...)
Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.