Lutando a luta errada - O inimigo é invisível


"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." Efésios 6:12

É muito fácil para o diabo jogar os homens uns contra os outros na sua estratégia para manter sob seu domínio toda a humanidade. Um dos principais truques do maligno é explorar cada um dos maus sentimentos do nosso coração. Seja inveja, sentimentos de facção, rebelião, orgulho próprio, ele sempre usa estas coisas contra nós mesmos. É este um dos motivos pelos quais a bíblia fala tanto sobre crucificar a carne, crucificar os sentidos de percepção carnal e ser guiado pela Palavra de Deus. Neste nível em que andamos aqui na terra há tanto que aprender com o Espírito Santo de Deus, e uma das coisas que devemos ter em mente e no coração muito bem claras é que lutar contra a carne e o sangue, ou seja, lutar contra pessoas visíveis é na verdade fazer o jogo do diabo.

O que estou dizendo?

Eu estou dizendo que é muito fácil para o ser-humano ser tentado e cair e então entrar num sentimento baixo de ódio e acabar odiando outro ser-humano. Você vê que os ventos deste mundo tem soprado sobre os corações de todos, inclusive dos cristãos, para prová-los e provar a sua fé, e se olharmos os ventos de doutrinas e notícias deste mundo em que vivemos facilmente percebemos que eles querem nos guiar para fora de Cristo, para fora do Senhor. Se nós olharmos por exemplo para a mídia maligna, ou para a maliciosa história, nós veremos que imparcialidade não existe, e mesmo a equidade é dificilmente encontrada. Quando olhamos podemos ver que neste cenário do Brasil por exemplo, não precisamos ir muito longe, mas no cenário sempre houveram um "herói" nacional e um "inimigo" nacional.

O diabo está fazendo a propaganda e dizendo a todos "este daqui você deve amar, e este daqui você deve odiar." Deste modo o diabo usa tudo que ele tem neste mundo para nos colocar uns contra os outros, para que esqueçamos de Cristo.

Infelizmente os cristãos de hoje são guiados por estes ventos e muitos outros ventos deste mundo em que vivemos. Muitos cristãos comemoraram quando a Presidente Dilma foi afastada, como se Dilma fosse o diabo, eles diziam "o PT estava destruindo o país", mas eu digo que não, quem estava destruindo o país e continua é o pecado. O problema do Brasil nunca foi o PT, e nenhum outro P(artido). O problema do Brasil sempre foi o pecado. Se os brasileiros, e especialmente os cristãos brasileiros não se colocarem firmemente a combater o seu próprio pecado a eternidade desta nação continuará comprometida. É mais fácil satanizar a Dilma, o PT, ou os outros Partidos, ou as instituições, ou a própria nação, do que simplesmente lutar contra o seu próprio pecado. É mais fácil para nós lutarmos contra algo visível, e é por isso que "heróis" e "inimigos" da pátria vem e vão com uma tremenda facilidade nos ventos de notícias deste mundo.

É mais fácil para nós dizermos que o outro é sempre o bandido do que cada um de nós reconhecer diante de Deus as suas próprias falhas e se arrepender.

A igreja não consegue ver além dos acontecimentos deste mundo relatados pela ótica de uma imprensa maligna e tendenciosa. Tudo que hoje os brasileiros enxergam são as notícias de políticos corruptos da operação lava-jato, e muitas outras coisas. Isso está atraindo a atenção da nação para estes políticos, quando precisamos entender, o Senhor quer que todos nós nos arrependamos. Eu sei que pode nos fazer ficar confortável ver erros dos outros, ou misérias dos outros. Muitas vezes pensamos "eu não sou tão ruim assim". Mas na verdade sempre seremos insensíveis ao nosso pecado e ao chamamento de Deus enquanto não nos compararmos com a pessoa certa. Talvez você possa se achar justo quando se comparar com outros seres-humanos, mas quando cada um de nós se comparar com Jesus Cristo então estaremos verdadeiramente "rolando no chão" de arrependimento e vergonha diante de Deus.

Na bíblia nós temos muitos exemplos disso, desde o fariseu que se comparava ao publicano e por isso se achava mais justo do que ele (sendo que na verdade não era), até mesmo o caso de Paulo, apóstolo. Paulo era um que se comparava aos "gentios", "infiéis", e se achava no direito de perseguir e matar cristãos, até que um dia o Senhor Jesus apareceu na frente dele como um espelho. Se você quer se comparar com alguém, se compare com Jesus, assim você entenderá o chamado do arrependimento. Paulo começou a dizer após isso "eu sou o pior de todos os pecadores". Há só uma esperança para o Brasil neste momento, para a eternidade do Brasil, e é se nós reconhecermos que somos os piores pecadores de todos. Deste modo poderemos nos voltar ao Senhor com o coração correto e então o Senhor nos aceitar e perdoar a nossa nação. Fora disso estaremos apenas lutando contra o governo, a mídia, as teorias, etc, quando o nosso verdadeiro combate e principal é lutar contra o nosso próprio mal, crucificar a nossa carne pelo poder do Espírito Santo.

Nós já vivemos dias muito complicados, um homem motivado pela fé em outra religião ataca uma boate gay nos EUA, e tudo cai na conta dos cristãos aqui no Brasil. Não deveríamos estranhar estas coisas irmãos, já nos dias da primitiva e primogênita igreja nós vimos coisas como estas acontecerem. Todos lembram da história de que Nero incendiou Roma e depois colocou a culpa nos cristãos. Na verdade os cristãos incendiaram Roma sim, mas com o fogo, a paixão e as lágrimas pelo Senhor Jesus e o Santo Evangelho. O fogo que os cristãos carregavam era espiritual e eles derramaram o seu sangue nos primeiros dias como testemunho da fé que receberam da parte de Deus e do Senhor Jesus Cristo.

Vamos entender que o verdadeiro inimigo é o mau que há na nossa carne e o diabo, vamos lutar contra o nosso pecado?

Deus quer homens e mulheres mortificados na sua carne e vivificados pelo Espírito.

Vamos voltar a Jesus!

(...)
Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.