A igreja do Brasil está começando a pensar em arrependimento?


Há muito pouco tempo atrás a nação chamada Brasil teve tempos de relativa paz e tranquilidade. Havia um cenário otimista relacionado ao crescimento econômico, e muitas outras coisas estavam acontecendo dando a alguns uma sensação de paz e segurança. Acontece que pouco a pouco as coisas começaram a apertar, e apertar, e apertar aqui no Brasil. A igreja brasileira vive seu mais profundo sono espiritual desde que foi inaugurada. As reuniões cristãs realmente precisam de um avivamento nesta nação. Os cristãos por aqui se gabaram do grande aumento numérico nas igrejas, verdadeiramente explosivo em números, eles confundiram isso com avivamento e esta sensação de que "Deus está nos abençoando" guiou a igreja ao profundo sono espiritual em que se encontra até a presente data. Eu não quero desanimar você que é cristão mas se quiser trabalhar com a verdade é necessário dizer que a igreja do Brasil está dormindo. Ela não está acordada. Eu posso ver pequenos focos de despertamento, um pouco aqui, um pouco ali, mesmo assim, muito pouco ainda, nada de projeção nacional.

O cenário por aqui se tornou um pouco estranho e confuso pois literalmente, assim como o sol se põe, o futuro cenário do Brasil está se tornando gradualmente cada vez mais trevas e não luz. Não é necessário comentar a crise generalizada que se instaurou na sociedade brasileira, onde existe corrupção literalmente em todos os níveis, em todos os lugares, mesmo na igreja. Eu quero focar aqui na igreja, o povo que se reúne em nome do Senhor, pois estes são os que devem dar a nação a explicação sobre o que de fato está acontecendo aqui. Isso não é planos de satanistas ou illuminatis, isso é o horrível juízo de Deus caindo sobre a nação. Alguns meses atrás talvez fosse impossível imaginar certas igrejas brasileiras falando em arrependimento. De fato a maioria dos pastores no Brasil e cristãos quase nunca cogitou sobre se arrepender e mudar o seu cristianismo. Todos estávamos na euforia de que "estamos vivendo um tremendo avivamento", quando na verdade o Senhor esta falando a respeito de arrependimento, o avivamento brasileiro era e ainda é uma farsa, não há avivamento nesta terra a não ser muito poucos e pequenos focos de despertamento que graças a Deus estão surgindo.

Quando este cenário começa a crescer mais tenebroso e ficar mais escuro nós vemos algumas igrejas começando a falar em arrependimento. Eu recebi duas notícias estes dias sobre duas publicações de dois jornais de duas grandes denominações aqui no Brasil. Uma destas publicações é do jornal "Mensageiro da Paz" da CPAD, que é a Casa Publicadora das Assembléias de Deus. A outra notícia que recebi a respeito de juízo e arrependimento foi publicada pelo jornal "Atos hoje". Ambos jornais destas igrejas renomadas no Brasil publicaram matérias a respeito de juízo e arrependimento. No jornal Atos hoje, a matéria foi publicada dia 29/01/2016, na página 14, intitulada "Uma nação sob juízo..." Eu já adianto que não li o texto a não ser poucos trechos pinçados onde eles estavam criticando uma série de pecados da igreja do Brasil, o que me levou a pensar, será que eles estão fazendo uma auto-crítica? É bom fazer uma auto-crítica. Já a matéria no Mensageiro da Paz tem o título "Crise geral: fruto do pecado da nação". Este é o jornal de fevereiro de 2016 agora, e para minha surpresa quando entrei no site da CPAD tentando ler a matéria, que por sinal é matéria de capa do jornal, infelizmente não consegui ler. Algumas vezes um texto publicado com este tipo de conteúdo é algo de extremo interesse da nação e do reino de Deus, porém para minha surpresa o Mensageiro da Paz agora só pode ser lido por assinantes. Isso mesmo, você deve pagar, por sinal bastante caro, para ler um PDF on-line e ter acesso ao conteúdo exclusivo. Esta matéria faz parte do conteúdo exclusivo disponível apenas para os assinantes, para aqueles que pagarem, o que é absurdo, mas por causa da queda da igreja é "compreensível" porém não aceitável.

Abaixo coloco um pequeno parágrafo retirado do site da CPAD:

"O Brasil atravessa uma das maiores crises de sua história, e em vários níveis. Trata-se de uma profunda crise política, econômica, social, moral e espiritual, razão pela qual já é possível ouvir muitos cristãos se perguntando: “Estaria o Brasil experimentando o juízo divino?"

A questão proposta para reflexão "estaria o Brasil experimentando o juízo divino?" significa uma coisa, que ninguém mais pode dizer que o Brasil não está sendo julgado por Deus. Até mesmo aqueles cristãos mais otimistas que há dez anos atrás riam quando eu pregava que a igreja estava em apostasia, eles agora podem ver que Deus está julgando a nação. Há uns tempos atrás a maior parte da igreja sequer pensava em arrependimento, ou juízo, mas agora está ficando claro para todos que Deus não está contente com as coisas como elas estão andando aqui no Brasil e na igreja do Brasil. Se antes a igreja apenas enxergava os pecados do carnaval, a idolatria do catolicismo, e os pecados dos outros, agora Deus está nos chamando a responsabilidade para que cada um de nós possa lidar com o seu próprio pecado. São os pecados da igreja + os pecados da nação que estão trazendo o juízo do Senhor sobre nós. Se cada um de nós observar o cenário poderá perceber que senão houver uma tremenda intervenção divina nesta nação o cenário aqui vai fica cada vez pior, cada vez mais tenebroso. O sol está lentamente se pondo sob o Brasil.

Tudo que eu quero deixar para você é o que João Batista pregou quando esteve aqui nesta terra. Ele disse "não fiquem dizendo que vocês são filhos de Abraão... produzam frutos dignos de arrependimento". O Senhor Jesus também nos afirmou que "a árvore é conhecida pelos seus frutos". E o que são estes frutos? Paulo falou muito bem em Gálatas, a respeito do fruto do Espírito Santo, que nada mais é do que a imagem de Deus em nós, a semelhança com Cristo. "Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança." Isso está escrito em Gálatas 5:22. Você vê que você pode testar e provar o seu próprio arrependimento através dos seus frutos, e é isso que eu peço a cada um dos irmãos para que examine constantemente, quais tem sido os frutos que você tem produzido? O Senhor Jesus disse que Ele é a Videira Verdadeira, o Pai é o Agricultor, e nós somos os seus ramos. Se nós permanecermos Nele Ele também permanecerá em nós. Se estivermos Nele seremos frutíferos, pois assim como a vara de si mesma não pode produzir frutos, nós também sem Cristo nada podemos fazer. Nisto nós podemos ver que podemos dizer que Jesus está voltando, e que o Brasil está sob juízo e que temos que se arrepender, e tudo isso pode ser apenas retórica (arte de falar bem), tudo isso pode se tornar apenas vã falação da nossa parte se não vier acompanhado de frutos dignos de justiça, frutos dignos de arrependimento, frutos dignos de santificação e santidade, frutos de amor, frutos de perseverança, frutos de separação do pecado, frutos de mudança de mentalidade, frutos de paz com Deus, frutos de sabedoria, de rejeitar a mentira e escolher a verdade.

É por isso que eu quero dizer a cada um de nós, examinemos os nossos frutos. As vezes quando você examina o seu fruto você se encontrará terrivelmente reprovado se você for ser sincero. A bíblia diz que se nós julgássemos a nós mesmos nós não seríamos julgados, pois quando somos julgados na verdade estamos sendo corrigidos por Deus para não sermos castigados junto com o mundo. Na verdade cada vez que o Senhor nos reprova, e nos mostra fraquezas, defeitos, falhas e imperfeições, isso tem o objetivo de te trazer para mais perto do Espírito Santo, para que o poder de Deus possa se aperfeiçoar na sua fraqueza. O objetivo é te atrair para mais próximo da Unção do que você jamais esteve. O Senhor quer tomar os frutos podres dos nossos corações e trocar por frutos bons, fazer brotar frutos de justiça e paz no Espírito Santo. Sabendo disso, por favor, não fuja de Deus quando você for reprovado, pois é apenas sendo exercitados nas correções que seremos capazes de chegar a estatura da justiça do Senhor, não pelo nosso poder mas pelo de Jesus Cristo. A cada um de nós será possível saber a qualidade do nosso arrependimento pelos frutos que produziremos, com perseverança. Arrependimento sempre traz cura para a sua vida, ele abre o caminho para que Deus possa vir nos restaurar para o caminho de santidade. Arrependimento restaura as veredas para o Senhor em nossas vidas, ele cura a santidade em nossos corações. Arrependimento também nos transforma, que significa, muda a direção e destino das nossas vidas. Você estava indo em uma direção, e agora começa a ir em outra completamente oposta, e quanto mais profundo você mergulha no arrependimento mais restauração da sua comunhão com Deus acontecerá na sua vida. Arrependimento pode ser dolorido e difícil em alguns momentos, mas apesar disso, depois ele produz um poderoso e excelente fruto de justiça nos que são exercitados por ele.

Não deixe que o arrependimento na sua vida seja como fogos de artifício, fazem um monte de barulho, explosões, luzes, e então simplesmente morrem, apagam. Mantenha o Óleo queimando, não deixe apagar o fogo do arrependimento em seu coração.

Que o Espírito Santo nos ajude, penso estar bem claro o que Deus falou, arrependimento, ponto final, o Senhor não vai negociar sobre este assunto, todos nós teremos que nos dobrar.

Pelos frutos (não pelo belo discurso) é que nós saberemos quais de nós estão a se arrepender, e quais não estão.

Se ninguém quiser se arrepender, se arrependa você e entre no Reino de Deus!

(...)
Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.