Pais, amem seus filhos - Precioso evangelismo infantil


"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele." Provérbios 22:6

As crianças e os jovens na igreja são um tremendo desafio dos nossos dias. As crianças tem sido muitas vezes negligenciadas, tidas como incapazes de se converter, de se arrepender, de crer em Jesus, de entender as coisas de Deus, elas tem sido muitas vezes desprezadas nas nossas reuniões. Muitas pessoas pensam que as crianças são muito pequenas para precisar de Jesus, afinal ainda são puras e inocentes, e neste pensamento se esquecem que a criança é muito importante para Deus e que ela pode sim ser tocada por Deus desde muito cedo e ter uma conversão que muitos considerariam precoce. Eu não vou falar dos testemunhos de hoje, mas você pode ver na bíblia por exemplo o Profeta Samuel, desde muito pequeno o Senhor foi falar com ele. Nós conhecemos testemunhos atuais de crianças tocadas pelo Espírito Santo e que desde muito pequenas, as vezes mal sabendo falar, elas já amam a Jesus, elas oram e desejam ao Senhor mesmo quando não estão na frente de seus pais.

Não desista de ensinar as suas crianças, nós não podemos desistir de ensinar as nossas crianças, pois enquanto o diabo diz que elas são pequenas demais para aprender na verdade está querendo te intimidar e desanimar, imediatamente você parar de ensiná-la ficará mais fácil para ele vir e "adotar" os seus filhos. Ele sabe muito bem que as crianças podem aprender as coisas com uma tremenda facilidade as vezes, tanto bem quanto mal, então ao mesmo tempo que desencorajar os pais, acaba por ter mais fácil acesso ainda aos seus filhos. É como se ele te dissesse "não eduque não, ainda é cedo", enquanto isso ele só esta querendo na verdade ele mesmo vir e educar primeiro.

Não! Nós vamos evangelizar as crianças!

A criança deve brincar e viver uma vida de criança, os pais não podem tratar crianças como se fossem adultos por mais busca por "santidade" que eles tenham, as crianças são crianças e portanto devem ser tratadas como tal. Digo isso porque não adianta você querer impor a criança e exigir dela um comportamento de um cristão maduro quando muitas vezes a criança nem mesmo nasceu de novo. Eu vejo que muitos pais tem problemas para identificar isso, eles pensam que porque são cristãos seus filhos obviamente já nasceram cristãos também. Isso é um tremendo engano, pois a verdade é que eles precisam nascer de novo também, ou seja, eles precisam ouvir o evangelho, conhecer Jesus e então por si mesmos desenvolver uma caminhada com Cristo para serem cristãos.

Ser cristão é uma decisão que cada um tem que tomar, a qual é tomada mediante a ajuda do poder de Deus, mas ainda assim, mesmo com a ajuda fundamental de Deus, ninguém pode impor o cristianismo, ninguém pode forçar outro a ser cristão. Eu vejo muitos pais que são cristãos tentando forçar uma vida cristã aos seus filhos que de fato não são cristãos. Estes pais deveriam investir em evangelizar os seus filhos e não somente ficar obrigando eles a irem a igreja e agirem como cristãos quando de fato eles não são cristãos no coração. Quando uma pessoa não é cristã no coração é óbvio que sem este toque do Senhor de nada adianta ela fazer-se passar por cristã, isso é um tremendo desgaste físico, emocional, etc. O modo pelo qual os pais devem evangelizar os seus filhos é através do exemplo. Se por exemplo, uma família é linda e unida nas reuniões da igreja, mas em casa vivem brigando e caçando uns aos outros como gatos e ratos, então os filhos vão entender que ser cristão = fingir, e eles não vão querer ser cristãos nunca.

Se pelo contrário, a vida privada de uma família, ou de um determinado membro cristão, seja o pai ou a mãe, for a demonstração de uma viva relação com o Senhor, um vivo relacionamento com Jesus Cristo, então a criança pode ser atraída para desejar ter a mesma porção que vê em seu pai ou em sua mãe. Se o pai tem alegria no Senhor, e ama Jesus, e não demonstra um caráter em frente da igreja e outro no lar, mas é sempre o mesmo pai, a mãe é sempre a mesma mãe, então esta criança cresce num ambiente onde ela consegue enxergar a luz de Cristo na sua casa. Eu digo isso até mesmo a respeito de filhos de pastores, eles normalmente são extremamente cobrados para serem perfeitos, e que tem que ser exemplos para os outros e tudo mais, entretanto muitas vezes lhes é cobrada muita postura mas lhes são dados muito pouco exemplo. Muitos filhos de pastores não são nascidos de novo, não são cristãos, e seus pais ao invés de investir em evangelizá-los, acabam usando a autoridade de pai apenas para impor e obrigar que eles tenham comportamentos cristãos.

O problema com tudo isso é que estas conversões de fachada, apenas por imposições humanas, elas são chamadas também de conversões externas, ou conversões exteriores, muitas destas pessoas sofrem com pensamentos de suicídio, depressão, auto-condenação, mas elas não encontram o descanso de alma que há em Jesus Cristo. Eles estão sendo forçados a ser cristãos pelo motivo errado, pelo motivo que não tem poder para converter o coração de ninguém, eles são obrigados a serem cristãos ou para não irem ao inferno, ou apenas para não causarem escândalo ao ministério dos seus pais, mas nunca lhes é apresentado o amor por Jesus Cristo. Muitas e muitas vezes mesmo em casa eles não conseguem ver o amor e devoção a Jesus Cristo nem nas vidas dos seus pais. Se tornam famílias que não tem uma viva relação com o Senhor e isso afeta as crianças negativamente na relação entre elas e o próprio Deus.

A criança deve ser educada no cristianismo primeiramente pelos seus próprios pais, os seus pais são os seus Pastores, e em segundo lugar vem o papel da igreja. As salas de escola bíblica infantil normalmente são lugares onde as crianças ficam ali apenas para se distraírem enquanto seus pais participam do culto. A mentalidade muitas vezes é que as crianças vão para lá para não atrapalharem o culto, mas raramente as igrejas tem ideia de que aquelas crianças são almas para o Senhor que precisam da palavra de Deus tanto quanto os adultos. Elas não são simplesmente aqueles que precisam ser colocados de lado para não atrapalhar, um inconveniente durante o culto, elas são almas para Deus, tesouros no céu. Dar aulas para crianças em escola bíblica é o equivalente a ser um Pastor de crianças, e isso é uma tremenda responsabilidade além de um chamado de Deus. Você está se tornando um evangelista de crianças, e se lembram bem na bíblia procure ver como elas são especiais para Cristo! Você vai precisar de sabedoria do Espírito Santo, paciência, e muita unção para atingir os seus corações!

Os professores de escolas bíblicas infantis deverão chorar pelas crianças para que o Espírito Santo as toque! Para que Deus lhes dê a sabedoria sobre como falar a elas de forma acessível e adequada, para que o Espírito Santo prenda a sua atenção e toque suas mentes e corações, e coloque amor por Jesus tendo como reflexo a forte vontade e firme desejo de começar uma caminhada com o Senhor. Muitos pais estão preocupados em pregar para sua igreja e estão perdendo seus próprios filhos em casa apenas porque eles estão cegos para as necessidades espirituais da sua própria família. Eles querem apenas que os filhos sejam exemplo quando deveriam desejar que eles conhecessem a Cristo primeiro que tudo. Não importa que seu filho frequente a igreja desde pequeno, e você seja um cristão devotado, isso não faz do seu filho um cristão, ele pode ser apenas um frequentador de igreja, mais nada. O coração dele pode ser tão velho quanto o de qualquer pessoa neste planeta terra, e é por isso que devemos evangelizar as nossas crianças e não forçá-las e sobrecarregá-las com um fardo que nem mesmo nós podemos suportar.

Você deve mostrar Jesus para as crianças, e então elas mesmas vão poder escolher se querem andar com Ele ou se não querem. Quando as crianças são pequenas elas podem gostar de cantar "Aleluia", e fazer muitas coisas, mas conforme vão crescendo, as vezes nem todas continuam gostando destas coisas. O mundo virá assediar o coraçãozinho delas, e você vai começar a ver que seus filhos amam as coisas do mundo, eles amam o mundo, querem o mundo, e infelizmente cada vez você vai tendo menos controle sobre eles. É por isso que o mais indicado é começar desde muito pequeno, mas mesmo os pais que não agiram assim quando deviam agir, ainda agora podem começar a se arrepender por isso e orar por seus filhos e o Espírito Santo virá dar sabedoria sobre como em trato de mansidão e sabedoria de Deus podem evangelizar seus filhos. A primeira coisa que seus filhos vão notar é quanto a tua relação com Cristo, quanto mais viva ela for, mais teus filhos poderão (ou as vezes infelizmente não) ser tocados. É importante que a sua vida seja espiritualmente atrativa, e que seus filhos possam ver em você um canal aberto a comunicação.

Muitos pais cristãos vivem apenas para condenar e amaldiçoar seus filhos, mas ensinar compreende muito mais do que ficar dizendo que "todas as coisas são do diabo". Você vai precisar de sabedoria para ajudar a criança a crescer sem forçar ela a crescer. Você deverá guiá-las no caminho da Justiça, saber quando é a hora de ser firme, e também saber quando é a hora de deixar ela ir e fazer o que ela quer fazer mesmo sabendo que ela vai se dar muito mal. Na bíblia existe a história do filho pródigo por exemplo, seu pai o permitiu sair de casa, mesmo sabendo que era a pior escolha, o filho se machucou muito, mas o pai já não poderia mais prendê-lo ao seu amor, prendê-lo em casa a contragosto. O pai da bíblia o deixou livre para ir, mesmo sabendo que ele estava indo para a escravidão. Aquele pai sofreu por seu filho como pela sua morte, e é por isso que o amor é também sofredor segundo as escrituras.

Há horas que os nossos filhos nos farão sofrer, mas não é por isso que vamos deixar de amá-los. Pelo contrário, vamos esperar com toda a paciência, para ver se Deus por acaso algum dia vai dar arrependimento nos seus coraçõezinhos para que eles possam se desprender dos laços do diabo aos quais estão presos. Os pais precisam saber usar a sua autoridade em favor dos filhos, para proteger, instruir, corrigir, repreender, animar, consolar, mas em alguns momentos, simplesmente deixá-los ir mesmo sabendo que vão "quebrar a cara". Certifique-se entretanto de que eles foram, não por negligencia sua, quero dizer, certifique-se de esta fazendo a sua parte, e de resto entregue os seus filhos a Deus, pois eles são herança do Senhor, não sua, crie eles para Deus então. Hoje em dias as crianças estão sob ataque, então por favor, tenham bom ânimo, e renove as suas forças em Cristo, e lute por seus filhos com as armas espirituais corretas. Não desista desta luta mesmo quando tudo parecer perdido.

Não desprezemos as crianças, o reino dos céus pertence a elas, que o Senhor nos ajude a não ser pedra de tropeço na vida de nenhum destes pequeninos!

De agora em diante, vamos passar a dar um tratamento especial aos pequeninos nas nossas vidas!

Que os pais amem os seus filhos incondicionalmente, e os apascentem não por força mas sendo-lhes exemplo!

Leiam 1 Pedro 5 verso 1 ao 4!

(...)
Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.