Os 1º passos na fé cristã


O Espírito Santo de Deus

O Espírito Santo de Deus é aquele que sempre está a cargo de evangelizar os corações dos homens. A palavra pregada apenas com o poder do intelecto deixará o coração intacto, mas o Espírito Santo pode falar diretamente ao profundo de cada ouvinte e então quebrantar mesmo os corações mais pedregosos. Ao Espírito Santo de Deus cabe o papel de convencer os homens do pecado, da justiça e do juízo, bem como cabe ao Espírito Santo de Deus revelar a Cristo nos corações da humanidade. O Espírito Santo é aquele que traz o evangelho dos céus para a terra, porque estamos falando de um evangelho celestial, uma mensagem que vem do Alto. O mesmo Espírito é quem unge os anunciadores de boas novas, pois cada vez que houver pessoas conhecendo a Palavra de Deus o Espírito de Deus não apenas estará envolvido no serviço senão que Ele próprio terá iniciado o trabalho da igreja. Se você ler na bíblia verá que quem primeiro de tudo começou o trabalho de evangelismo na igreja primitiva foi o Espírito Santo quando enviado por Cristo ungiu a igreja e falou através dela, vivendo nos corações dos crentes a partir dali e para todo o sempre.

O Evangelho do Senhor Jesus Cristo

O Evangelho do Senhor é a mensagem do amor de Deus no sacrifício de Jesus Cristo para salvar todos os homens, em todos os lugares. Todos que crerem em Jesus Cristo serão salvos, terão seus pecados perdoados, e os seus nomes estarão escritos no livro da vida. O Evangelho é o poder de Deus para salvar todo aquele que crer, e toda esta mensagem gira em torno de Jesus Cristo e do seu sacrifício realizado na cruz do calvário, de que Deus desceu dos céus e veio habitar com os homens trazendo salvação debaixo das suas asas e julgamento para os desobedientes. O Evangelho está anunciando liberdade aos cativos, óleo de alegria ao invés de cinzas, vestidos de louvor no local de espírito angustiado. A mensagem está anunciado o tempo de sermos aceitos/recebidos por Deus, que é hoje e agora, e também está anunciando o dia da vingança do Nosso Deus, quando Deus finalmente irá julgar cabalmente tudo que se foi feito aqui nesta terra e também no céu. O Evangelho é portanto uma mensagem de arrependimento e santidade. A força do Evangelho é o Sangue de Jesus Cristo, o seu coração é a cruz. Não há Evangelho sem o sacrifício do Senhor, pois o Evangelho vai muito além de ser um mero manual de conduta para os novos convertidos, Ele é o poder de Deus para tirar um homem da morte espiritual e levá-lo a vida de Deus, não pelos seus esforços ou méritos, mas unicamente pelo poder de Jesus Cristo.

O chamado de Cristo

O chamado de Jesus Cristo não é apenas para judeus ou para gentios, não é apenas para brancos, nem apenas para negros, não é apenas para homens, tão pouco é apenas para mulheres. O chamado de Jesus Cristo é universal para que todos os homens em todos os lugares se arrependam de todos os seus pecados e recebam novo coração em Jesus Cristo. O chamado para crer no evangelho do Senhor, as boas novas de salvação e justiça, é para que todos os homens se voltem dos seus caminhos e comecem a buscar a Deus. Este chamado é para todos os povos, todas as tribos, todas as raças, todas as línguas. Tanto para ricos como para pobres, servos ou livres, não importa, mesmo para os poderosos neste mundo o Evangelho é o mesmo que salva o homem da condenação do inferno e da morte.

A Conversão

A conversão acontece quando o homem literalmente converte o seu coração em rumo ao Senhor e passa agora a andar agora numa direção diferente daquela em que vinha antes caminhando. Quando o homem começa uma caminhada com Jesus Cristo ele está se convertendo, está agora abraçando um novo caminho pelo qual ele pode se achegar a Deus com segurança. Converter-se nada mais é do que começar a andar com Deus, aceitar e dizer sim ao chamado do Evangelho. Isso implica numa novidade de vida, e a conversão só acontece por um toque do Espírito Santo, ou então, por uma resposta positiva nossa a um toque do Espírito Santo trazendo o evangelho aos nossos corações.

O Novo Nascimento

Quando o homem se converte a Cristo o Senhor vem para habitar dentro do coração deste homem. O novo nascimento nada mais é do que a mudança no coração do homem, quando Deus literalmente vem e nos dá um novo coração espiritual para que possamos agora estar capacitados a prosseguir na nossa jornada com Ele até o final. Esta mudança de coração somente acontece pelo poder de Deus, quando a pessoa aceita o Senhor Jesus Cristo realmente o Senhor irá mudar o coração desta pessoa. Um novo coração significa uma nova caminhada, novos desejos, novas aspirações, e a paz de Jesus Cristo, de estar reconciliado com Deus irá começar a fluir no seu interior juntamente com a vida de Deus. O próprio Espírito Santo é quem vai habitar neste novo coração, o Pai e Filho irão habitar, Deus vai habitar neste novo coração.

Arrependimento

Arrependimento é o mesmo que conversão, entretanto mesmo o cristão que um dia deu o primeiro passo, converteu-se, esta andando em outro caminho agora, ele deve perseverar em se arrepender a cada momento. Quando você se arrepende dos seus pecados você estará cuidando da sua salvação, e mantendo-se puro diante de Deus, confirmando a cada dia que realmente você decidiu virar as costas para a vida velha e abraçar de todo coração a novidade de vida que te foi proposta gratuitamente. Conforme você vai se arrependendo o Senhor então vai derramando mais do Espírito Santo sobre a sua vida, e isso vai te dando cada vez mais autoridade contra o pecado e te fazendo mais parecido com Jesus Cristo. Alguns cristãos param de se arrepender quando eles pecam, e ficam apenas se lamentando, quando na verdade eles deveriam se arrepender e agarrar-se ainda mais ao Senhor tanto mais fosse difícil a luta contra o pecado, para que o Senhor concluísse a boa obra que já começou em seus corações. Os cristãos que param de se arrepender e ficam só a lamentar-se das suas fraquezas interrompem o processo de limpeza completa através do Sangue de Jesus Cristo.

Batismo

O batismo nas águas é a forma como o Senhor nos deixou ordenado selarmos a nossa entrega a Cristo. Todo cristão tendo a oportunidade deve descer as águas pelo menos uma vez na sua vida em sinal de arrependimento, fé e entrega pessoal a Deus. O descer as águas simboliza a morte da velha vida, e o subir das águas representa o poder de ressurreição de Jesus Cristo. Ninguém que se batiza se batiza porque é perfeito, mas sim porque deseja começar a sua caminhada com Jesus Cristo. O batismo nas águas portanto é apenas um passo inicial da caminhada, quando você está se arrependendo de obras mortas, as quais você mesmo entendeu que não poderiam te salvar, e então está lançando toda a sua vida e confiança nos méritos da salvação em Jesus Cristo, de que Ele realmente poderá te salvar. Se um cristão não puder descer as águas ele pode simplesmente confessar e invocar o nome de Jesus Cristo, e então o seu arrependimento lhe será contado como um batismo. O batismo é um batismo de arrependimento.

Deserto

Imediatamente após o batismo o Senhor ungirá o cristão com o Espírito Santo e ele passará por certas provas na sua vida para aperfeiçoar a sua fé em Jesus Cristo e o levar a amadurecer. Esta parte já não é mais tão fácil quanto foi o começo da caminhada, porém é muito necessária para você conhecer mais de Jesus Cristo e ser mais transformado ainda do que foi no começo. Os cristãos que recusam as provas sempre serão infantis e imaturos, faltando-lhes diversas características que só encontramos em cristãos maduros. O Espírito Santo é quem irá sustentar o cristão no deserto, onde ele deve se alimentar da palavra de Deus. O deserto nos ensina a orar, a louvar, adorar, conhecer a Deus, não desistir, amar, perdoar, lutar pela unção, resistir ao diabo. O deserto nos ensina a sujeitar-se a Deus. Aquilo que você não consegue vencer naturalmente o Espírito Santo conseguirá fazer você vencer através do processo do deserto. O deserto é muito necessário para todo cristão, uma vez que quando você recebeu ao Senhor na sua vida então começará uma batalha dentro e fora de você, uma batalha entre o Espírito Santo e a sua carne. Quanto mais você alimentar o Espírito mais graça em Jesus Cristo você terá contra a sua carne. Isto requer dedicação, arrependimento contínuo, leva algum tempo, e não é muito fácil no começo, mas os frutos finais são indescritivelmente gloriosos.

Santificação

Santificação é o processo que começa imediatamente logo após a conversão do cristão. Santificar na verdade representa fazer com que sejamos parecidos com Deus. O Senhor continua trabalhando no coração que o recebeu para nos levar a perfeição e nos preparar para o Reino Eterno de Deus. Santificação é um processo de crescer na graça e no conhecimento de Jesus Cristo. Aqueles que receberam a Jesus foram separados e santificados para Deus, mas mesmo agora, os que são santos devem continuar a se santificar mais ainda. Quanto mais você estreitar os seus laços de amor com Jesus Cristo mais saberá que o fruto do teu relacionamento com Deus é o que vai produzir santificação. O fruto da tua intimidade com Deus, do continuar no arrependimento, é o que vai produzir um caráter santo em você. Não apenas exteriormente, mas de dentro do seu coração para fora, o temor do Senhor, amor do Senhor, irá brotar. Crescer em santificação é uma prova de que o cristão continua andando com Deus, ainda que algumas fases como o deserto as vezes não seja possível ver mudanças aparentes, mas importa continuar caminhando por fé, mesmo sem ver, e em breve tudo que plantarmos em Jesus Cristo colheremos, e o próprio Senhor fará brotar cada uma das palavras boas de justiça que deu sobre a vida dos seus filhos. Santificação portanto é o resultado final de uma caminhada perseverante com Deus, e fruto do relacionamento contínuo com o Senhor. Conhecer a Palavra de Deus, ler a bíblia, experimentar um vivo relacionamento com o Senhor é parte deste processo.

Maturidade

Há diferentes níveis de maturidade, mas há uma maturidade absoluta a qual todo cristão fiel receberá no momento da sua entrada no céu. Ser maduro é para aqueles que perseveraram em andar com o Senhor. Muitos recebem a Jesus nos seus corações quando estão com algum problema em suas vidas, porém nem sempre todos continuam andando com o Senhor quando tudo está bem. Maturidade é para os que zelam pela sua salvação e sabem que o prazer de Deus é ver seus filhos fazendo progressos na fé, na pureza, na constância, no amor, na caridade, no zelo, na sinceridade. Estes que desejam agradar a Deus irão se entregar as mãos do Criador e deixar que o Espírito Santo os transforme, como o vaso entregue as mãos do oleiro, estes se permitirão serem feitos por Deus uma obra prima que louve e exalte a salvação em Jesus Cristo e o nome de Deus. Todos os vasos gloriosos e perfeitos feitos por Deus são para o louvor da sua glória e honra, nenhum vaso é feito para louvor do vaso, senão para exaltar a habilidade daquele que o fez. Assim também não temos do que se gloriar, se há algo bom em nós foi Deus quem fez, se não há, fomos nós que fizemos. Sem Jesus nada de bom que foi feito seria feito em nossas vidas. É por isso que o cristão não só deve começar a caminhada com Cristo mas ir até o final. Isso exige perseverança e pode levar muito tempo para começar a aparecerem certos resultados visíveis. 

A volta de Cristo

A constante busca por maturidade por parte do crente tem a ver com a sua esperança gloriosa de que um dia em breve Jesus Cristo irá voltar. Este é o objetivo da vida do cristão, estar com Cristo naquele dia. E todo aquele que tem esta esperança purifica-se a si mesmo assim como Deus é puro. A bíblia diz que sem santidade ninguém verá ao Senhor, e é por isso que os cristãos desejam ardentemente estar em contato com Cristo para serem participantes da sua santidade. Deus corrige todo aquele que Ele ama e açoita todo aquele que recebeu por filho. Então tudo vale a pena o que passamos nesta terra pois temos a bendita esperança de que por nossos nomes escritos no livro da vida do Cordeiro, seremos enfim um dia arrebatados com Cristo nos ares para estar onde Ele estiver com Ele e para sempre. A volta de Cristo é o nosso maior tesouro e o motivo pelo qual alguém se torna cristão é para poder habitar o céu com Cristo. Muitas lutas tentarão fazer o cristão perder o foco da volta de Jesus Cristo, mas ele poderá vencer todas as coisas neste mundo apesar das aflições, e mesmo nas horas de provações mais difíceis ele poderá suportar até mesmo a morte por causa da esperança bendita que ele recebeu na volta de Jesus Cristo, na ressurreição dos mortos, na consolação eterna, nos novos céus e nova terra. É a esperança na volta de Jesus Cristo que nos ajuda a se santificar, aumentar o nosso amor por Ele, e que nos impulsiona a não desistir da corrida, por causa do excelente prêmio que nos é dado de graça, pela graça de Jesus Cristo. O Senhor mesmo advertiu que alguém poderia perder este dia glorioso se desistisse do Senhor. Mas nós não somos dos que retrocedem, pois o justo viverá da fé e se retroceder a alma de Deus não terá prazer nele. Sejamos nós daqueles que prosseguem para a conservação das nossas almas. O dia da volta de Cristo é chamado na bíblia de o dia das Bodas do Cordeiro de Deus. O Cordeiro de Deus é Jesus Cristo, que tira os pecados do mundo.

Breves Considerações finais

Pretendo aprofundar e corrigir um pouco (ou muito) mais este texto acima, longe de ser um grande estudo sobre cada um destes temas, é mais um resumo muito simplificado que porém pode ser que ajude a alguns irmãos em seu andar com Deus.

Possa a graça e a paz do Senhor Jesus Cristo vos ser multiplicadas!

(...)
Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.