O perigo de uma liderança má


"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te." 2 Timóteo 3:1-5

Existem líderes na igreja hoje em dia que desejam para si mesmos fama, reconhecimento e aprovação, e eles são muitos! Para eles o seu desempenho sempre será o teto, nunca ninguém poderá ultrapassar, e portanto eles jamais serão capazes de reconhecer o dom de Deus na vida de algum outro irmão com medo de perder o status de exclusivos "homens" de Deus. Estes sempre agem com ar de superioridade, intimidando seus liderados para que permaneçam sempre dependentes, extremamente passivos e se sentindo inferiores. Eles cortam a liberdade das pessoas, aniquilam a sua identidade, as levam a perder o equilíbrio e a coragem.

Este é um tipo de legalismo que enfeitiça as pessoas através do medo e da culpa, que distorce valores e anula o discernimento espiritual.

Líderes que ameaçam com maldições as pessoas que querem deixar as suas igrejas estão transformando suas congregações num presídio espiritual. A condenação pode ser uma das mais poderosas estratégias de feitiçaria, pois mesmo quando a pessoa está certa nas suas convicções, ou seja, está sendo injustiçada, ainda assim ela se sente culpada. A culpa leva a pessoa a querer se anular, causa depressão, dúvidas, acaba sendo um fator aniquilador da fé pura em Jesus Cristo. Muitas vezes o seu tempo naquele ministério já se esgotou e a pessoa não consegue sair pois foi colocada debaixo de um feitiço, uma prisão espiritual de auto-condenação. Muitas vezes a pessoa por algum motivo justo ou injusto é simplesmente rotulada de rebelde e ponto final. Não se oferece ajuda, auxílio, orações, mais nada.

Ao invés de um bom trato com sabedoria de mansidão e humildade, alguns líderes há que esmagam outras pessoas impiedosamente, usando covardemente a sua posição de autoridade espiritual. Nisso entra a pergunta, Cristo ungiu pastores para apascentarem as ovelhas ou para abusarem delas? A verdade é que há muitos que tendo começado pelo Espírito rapidamente entraram na carne, se tornaram amantes de si mesmos, vaidosos, presunçosos, arrogantes, blasfemadores, falsificadores da palavra de Deus. São pastores que se apascentam a si mesmos, são egoístas e egocêntricos. Na verdade todo líder que frequentemente precisa impor a sua autoridade de maneira brutal demonstra que deve estar sob suspeita, precisa ser provado.

Pode-se constatar que pessoas que acabam paralisadas pela ameaça injusta de um "líder" desenvolvem uma consciência fraca e vulnerável a auto-condenação. Tais pessoas vivem condenando-se a si mesmas, sentindo-se frustradas e defraudadas, mas ao mesmo tempo impedidas de agir com liberdade. Elas vão acumulando os mais profundos traumas e feridas, que depois de um extremo desgaste irão se manifestar através de profundas inseguranças, confusões, legalismos & moralismos sem sentido, colapsos mentais e espirituais, depressão e até mesmo podendo chegar a loucura e pensamentos suicidas. Eu sei que seria leviano colocar toda a culpa nos líderes, mas nós temos grau mais elevado de responsabilidade. Podemos ler em Ezequiel 34 como o Senhor após tratar com os líderes também trata com justiça e equidade as ovelhas do seu pasto, não tendo culpados por inocentes e nem vice-versa. O Senhor também repreende as ovelhas do seu pasto.

Toda igreja ou líder que esteja tornando o "eu" objeto de culto e devoção esta prestando um falso culto. Onde quer que a busca por promoção, aceitação, prestígio e poder sejam motivações ministeriais, ali teremos espaço para perpetuar abusos. A mania de grandeza (megalomania) de alguns líderes, valorando-se a si mesmos demais, o amor a si próprios (são narcisistas), vivem apascentando a si mesmos, estão entre grandes males que estão contaminando a igreja de Cristo hoje em dia. Tais líderes podem ter aparência de piedade, porém se apoiam mais nos seus títulos do que na virtude dos atos de justiça de Cristo em suas vidas. Eles basicamente querem se tornar o deus das ovelhas ao invés de levá-las a Cristo como é o papel de todo bom pastor no Reino de Deus. O papel dos pastores é levar a igreja ao Senhor e não tomá-la para si.

As ovelhas de Cristo estão sendo estupradas aqui no Brasil. A palavra é estupro. Tratadas com a mais severa brutalidade por lideranças inescrupulosas e infantis, que não receiam lançar palavras de maldição, condenação e julgamento injustas apenas para atingir seus objetivos por fama, dinheiro, poder, reconhecimento, manias de grandeza. São pastores que não alimentam nem apascentam as ovelhas, apenas agem com rigor e dureza. Uma coisa é repreender pecado, isso é bíblico e a nossa geração não gosta, mas outra coisa é usar de vanglória para obter reconhecimento pessoal. Isso acontece em igrejas grandes, igrejas pequenas, em toda parte. Nos casamentos que parecem mil maravilhas, mas onde também ocorrem abusos e tudo mais está acontecendo, e é por isso que o Senhor nos convida ao arrependimento sincero diante de Deus. Basta de hipocrisia!

Existe muito assédio moral na igreja brasileira, pecado sexual está num nível histórico, extorsão de dinheiro mediante intimidação e ameaça, pressão psicológica, bullying, constrangimento desnecessário, desprezo aos mais fracos e aos pobres, acepção de pessoas, confusão, bajulação e até mesmo idolatria de líderes entre muitas outras coisas parecidas e igualmente abusivas.

É por isso que só no arrependimento é que o Senhor poderá enviar cura para cada ferida que foi aberta pelo pecado, e derramar o Seu Espírito Santo.

Eu te peço, por favor, não desista de Jesus por causa dos pecados dos homens. Nem por causa dos teus próprios pecados, não desista de Jesus Cristo. Você deve encontrar-se com o amor de Deus e tudo estará bem, eu sei disso. Tudo vai ficar bem em Jesus Cristo, as coisas velhas vão passar e tudo se fará novo. Há cura e transformação em Jesus, você pode pedir ajuda para Ele. Veja abaixo o que Jesus disse e o que Pedro pregou []

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve." Mateus 11:28-30

"Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor," Atos 3:19

(...)

Share on Google Plus

Sobre Altar de Arrependimento

Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, preparar um povo para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.